Foto: Verônica Matos

Acolher para Sorrir leva saúde bucal a crianças e adolescentes em acolhimentos

Equipe do projeto, implantado pelo Departamento de Odontologia, faz visitas regulares às instituições para detectar as necessidades dos menores

Foto: Verônica Matos
O Departamento de Odontologia da Secretaria Municipal de Saúde tem procurado, nesta atual gestão, deixar um novo marco no que diz respeito à saúde bucal de crianças e adolescentes de 0 a 18 anos incompletos, abrigados em acolhimentos institucionais do município. Através do projeto “Acolher para Sorrir”, implantado pelo Departamento, são feitas visitas às instituições para um primeiro atendimento e triagem, a fim de detectar as necessidades dos menores para o tratamento adequado.

Três dentistas, Adriana Padilha, coordenadora do projeto, Fernanda Luna e Ioná Alves, além de duas técnicas de higiene dental e a equipe do Clube do Dentinho Saudável, realizam visitas regulares às casas de acolhimento, previamente agendadas com a coordenação das instituições O projeto tem ainda como parceira a Fundação Municipal da Infância e Juventude (FMIJ).

Foto: Verônica Matos
O próximo passo, segundo o diretor do Departamento de Odontologia, José Luiz Oliveira, será levar o projeto para outras instituições tuteladas pelo poder público. “Estamos trabalhando para humanizar ainda mais o atendimento“, disse ele, destacando que, nesse mês, as equipes vão visitar o Educandário São José Operário, no bairro do Turfe Clube.
A coordenadora do projeto, Adriana Padilha, explicou que, após a triagem, a criança ou adolescente, quando possível, é atendido na sala de enfermagem da própria instituição, com material adequado e seguindo os protocolos sanitários de assepsia e esterilização.
“Se houver necessidade de tratamento eletivo, os menores são encaminhados para o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO)”, afirmou ela.
O CEO, reaberto pelo prefeito Wladimir Garotinho em março deste ano, oferece restauração, extração, tratamento de canal, odontopediatria, periodontia e prótese. A unidade funciona diariamente das 8h às 17h, no Centro de Saúde, anexo à Secretaria de Saúde.
O projeto consiste, ainda, na aplicação de flúor, orientação de higiene oral, restauração pela técnica de Tratamento Restaurador Atraumático, que remove cáries pequenas e médias sem a necessidade do uso do ‘motorzinho’, extração de dente decíduo, remoção de tártaro, profilaxia e tratamento de pericoronarite (estado inflamatório).
“Com essas abordagens preventivas, educativas e curativas, temos conseguido diminuir as filas de espera para tratamento na rede pública, com resolutividade satisfatória, além da melhoria da autoestima dos menores”, ressaltou Adriana Padilha. “Prestamos uma odontologia que vai além do atendimento na cadeira”.
Os oito Acolhimentos Institucionais do município atendidos pelo projeto são Aconchego, Casa do Pequeno Jornaleiro, Cativar, Conviver, Despertar, LARA, Portal da Infância e Renascer.
Por: Redação
Fomte: Portal – PMCG
Compartilhar
Spread the love

Além disso, verifique

Hemocentro de Campos explica como uma doação de sangue pode salvar quatro vidas

O Hemocentro funciona anexo ao Hospital Ferreira Machado e fica localizado na Rua Rocha Leão, …