Foto - Flamengo - Divulgação

Flamengo encara o Maringá fora de casa nesta terça-feira (16)

Foto – Flamengo – Divulgação
Depois de três clássicos em quatro rodadas no início da Superliga feminina de vôlei 2021-22, o Sesc RJ Flamengo espera utilizar todo o aprendizado conquistado até então. Foram três derrotas, duas delas de virada, depois de estar vencendo por 2-0, e apenas uma vitória. Um começo atípico para o maior vencedor da história da competição. Mas já nesta terça (16), às 20h, diante do Maringá, fora de casa, Bernardinho e todo elenco querem começar uma campanha de recuperação. O Canal Vôlei Brasil, na internet, transmitirá o confronto.

Fora da equipe nas três primeiras rodadas da Superliga, devido a uma lesão no abdome, a oposta Monique sofreu por não poder contribuir. No último jogo do Sesc RJ Flamengo, no entanto, ela entrou no decorrer da partida, diante do Minas, e não saiu mais. A vitória não veio por pouco, mas a alegria de estar em quadra marcou. “Foi muito bom ter voltado às quadras e ter ajudado meu time no último jogo. É claro que a gente queria ter vencido. Era um confronto importante, dentro da nossa casa, mas não deu. Agora é seguir em frente. Fica de positivo o carinho da nossa torcida e que podemos bater de frente com qualquer equipe”, analisou a oposta.

Experiente e multicampeã, Monique sabe que ela e sua equipe podem entregar muito mais nesta Superliga. No entanto, antes de qualquer coisa, precisam ter tranquilidade. “Estou a disposição para ajudar mais uma vez no que for preciso. Acredito que a equipe tenha aprendido bastante nesse início de Superliga dificílimo que tivemos. Agora, acho que precisamos de tranquilidade para colocar em prática tudo o que treinamos por meses. É fazer isso e respeitar nossos adversários, como o Maringá. Sabemos que não será fácil, mas viemos buscar a vitória”, finalizou Monique.

Por: Redação
Compartilhar

Além disso, verifique

“Gosto de vitória”: Auxiliar de Tite comemora resultado de jogo do Flamengo contra o Athletico

Flamengo conseguiu um empate heroico nos minutos finais do jogo COLUNA DO FLA/Por: RODRIGO LIMA …