Foto: Prefeitura de São João da Barra

Reunião discute abordagem em saúde mental

Secretaria Municipal de Saúde estabelece práticas integrativas e complementares no atendimento à população

Reunião no gabinete da Prefeitura – Foto: Prefeitura de São João da Barra
A Secretaria Municipal de Saúde definiu, em reunião no gabinete da Prefeitura nesta quarta-feira, 27, a implantação de projetos assistenciais na saúde mental, capacitação das equipes sobre práticas alternativas relacionadas à saúde mental e triagem da fila de espera para identificar casos prioritários e tipos de tratamento. O objetivo é reduzir a demanda de saúde mental no município, que aumentou 500% durante o período da pandemia da Covid-19. A reunião contou com a participação de coordenadores da Atenção Básica, Saúde Mental, Vigilância em Saúde, Núcleo Ampliado de Saúde da Família e psicólogos.
— É uma prioridade do município o trabalho da atenção primária e especializada, iniciando pela saúde mental com um projeto inovador e importante de prática integrativa, associada a uma reformulação de ofertas de serviços neste momento em que há uma redução de casos de Covid-19, inclusive podendo trabalhar melhor a política pública em saúde mental — explicou o secretário municipal de Saúde, Sávio Sabóia.
A coordenadora de Vigilância em Saúde, Arleny Valdes Arias, ressaltou a importância da ampliação da oferta do atendimento em saúde mental no município, estabelecendo estratégias para melhorar a demanda de serviços de saúde pública, considerando o aumento dos casos na pandemia, principalmente de transtorno de ansiedade e depressão.
— Dessa forma podemos traçar novas metas com o objetivo de melhorar o serviço para a população, oferecendo novas formas de atendimento de saúde mental associado à medicina alternativa. É fundamental olhar a saúde mental como um problema de saúde real. Temos que observar a necessidade de tratamento da saúde mental, com atenção aos sinais apresentados por algum parente, colega ou amigo e procurar ajuda. Algumas vezes a pessoa pode estar achando que não é um caso grave e pode ser — alertou Arleny, orientando sobre a importância de procurar atendimento em uma unidade da Estratégia Saúde da Família (ESF).
nesta quarta-feira, 27, a implantação de projetos assistenciais na saúde mental, capacitação das equipes sobre práticas alternativas relacionadas à saúde mental e triagem da fila de espera para identificar casos prioritários e tipos de tratamento. O objetivo é reduzir a demanda de saúde mental no município, que aumentou 500% durante o período da pandemia da Covid-19. A reunião contou com a participação de coordenadores da Atenção Básica, Saúde Mental, Vigilância em Saúde, Núcleo Ampliado de Saúde da Família e psicólogos.
— É uma prioridade do município o trabalho da atenção primária e especializada, iniciando pela saúde mental com um projeto inovador e importante de prática integrativa, associada a uma reformulação de ofertas de serviços neste momento em que há uma redução de casos de Covid-19, inclusive podendo trabalhar melhor a política pública em saúde mental — explicou o secretário municipal de Saúde, Sávio Sabóia.
A coordenadora de Vigilância em Saúde, Arleny Valdes Arias, ressaltou a importância da ampliação da oferta do atendimento em saúde mental no município, estabelecendo estratégias para melhorar a demanda de serviços de saúde pública, considerando o aumento dos casos na pandemia, principalmente de transtorno de ansiedade e depressão.
— Dessa forma podemos traçar novas metas com o objetivo de melhorar o serviço para a população, oferecendo novas formas de atendimento de saúde mental associado à medicina alternativa. É fundamental olhar a saúde mental como um problema de saúde real. Temos que observar a necessidade de tratamento da saúde mental, com atenção aos sinais apresentados por algum parente, colega ou amigo e procurar ajuda. Algumas vezes a pessoa pode estar achando que não é um caso grave e pode ser — alertou Arleny, orientando sobre a importância de procurar atendimento em uma unidade da Estratégia Saúde da Família (ESF).

 

 

Por: Redação

Fonte: SECOM – PMSJB

Compartilhar
Spread the love

Além disso, verifique

SJB reúne forças de segurança para estratégias à Ponte da Integração

Por: SECOM – SJB A implantação de uma base de segurança nas proximidades da Ponte …