Divulgação - Shutterstock

O “sintoma muito doloroso” da Ômicron que difere da gripe comum

A variante Ômicron do novo coronavírus está provocando sintomas diferentes dos associados à estirpe Delta, assemelhando-se mais aos de ‘simples’ constipações ou gripes – no entanto, há um sinal em particular que a distingue dos outros vírus.

Divulgação – Shutterstock

Existem vários sinais de alerta precoce de infecção por Ômicron a ter em atenção e que podem facilmente ser confundidos com uma gripe comum.
Estes incluem dores de cabeça, corrimento nasal e espirros, entre outros.
Contudo, há um sintoma que um perito está notando regularmente nos indivíduos infectados.
O professor Tim Spector, por trás do Zoe Covid Symptom Study App, disse ao jornal The Sun que os britânicos que contraem a Ômicron estão a experienciar dores de garganta severas.
“É um sintoma muito doloroso. Dores de garganta são um sinal chave da Ômicron”, indicou o especialista.
“As pessoas descrevem a condição como um tipo de garganta inflamada irritada, algo que nunca sentiram antes com outras constipações”.
Semanalmente, especialistas que trabalham no estudo revelam os 20 principais sintomas observados na população.
Os 20 principais sintomas:
  • Corrimento nasal;
  • Dor de cabeça;
  • Fadiga;
  • Dor de garganta;
  • Espirros;
  • Tosse persistente;
  • Rouquidão;
  • Arrepios;
  • Dores nas articulações;
  • Febre;
  • Tonturas;
  • Irritação nos olhos;
  • Nevoeiro cerebral;
  • Dores musculares;
  • Perda de olfato;
  • Perda de apetite;
  • Glândulas inchadas;
  • Dor no peito;
  • Dor nos ouvidos;
  • Outros.
Spector destaca a importância de permanecer de realizar um teste ou permanecer em isolamento caso suspeite que possa ter Covid.
Segundo dados oficiais, a toma de doses de reforço das vacinas existentes reduz o risco de morte por Ómicron em 95%.

 

 

 

Da: Redação
Por: NOTÍCIAS AO MINUTO BRASIL
Compartilhar
Spread the love

Além disso, verifique

Em 5 anos, 85 mil brasileiros fizeram cirurgia para tratar glaucoma

Doença é maior causa de cegueira irreversível no mundo Agência Brasil/Por: Paula Laboissière   Entre …