Divulgação - SEDUC

Seeduc lança edital do programa M.A.E

Iniciativa visa colocar as mães de alunos como protagonistas na busca ativa

Divulgação – SEEDUC
Nesta quarta-feira (01/12), a Secretaria de Estado de Educação publicou em seu site oficial o edital para seleção e contratação de mais de 9 mil mães e mais de 1 mil assistentes sociais para compor o projeto M.A.E – Mulheres Apoiando a Educação. O programa contará com a participação de mulheres de baixa renda, além de assistentes sociais que estarão presentes em 1.230 escolas, com o intuito de aumentar a frequência e evitar a evasão escolar causada pela pandemia da Covid-19.
As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no período de 01/12/2021 a 03/12/2021. Os interessados deverão acessar o link (http://aplicacoes.educacao.rj.gov.br/Mae), a partir das 18h de hoje (01/12). O processo seletivo será dividido em duas partes: A primeira fase será com a realização do cadastro no site, onde acontecerá uma pré-seleção. Já na segunda fase, as candidatas deverão comparecer às unidades escolares que foram selecionadas para a entrega dos documentos requeridos.
Para mais informações sobre o edital, acesse: http://aplicacoes.educacao.rj.gov.br/Mae
Veja como será o projeto M.A.E – Mulheres Apoiando a Educação
O programa prioriza a retomada segura dos alunos, após mais de um ano longe das dependências escolares. Com este objetivo, serão realizadas diversas atividades, tendo as mães como agentes fundamentais nesse processo. Elas trabalharão dando suporte à equipe pedagógica e social, além de auxiliar no fortalecimento da relação entre a família do aluno e a unidade escolar, atuando como “embaixadoras” da escola na comunidade.
O objetivo é que essas cerca de 9.400 mulheres atuem no resgate dos estudantes, o que não inviabilizará as atividades de trabalhadores efetivos ou terceirizados das unidades. A carga semanal é de 30 horas, com 6 horas por mês de avaliação e treinamento, com uma bolsa mensal de R$ 1.000 durante um ano. Toda diretriz pedagógica e técnica permanecerão sob a coordenação da equipe diretiva e do assistente social.
Os assistentes sociais serão uma peça essencial para o desenvolvimento do programa.  Os profissionais vão auxiliar os estudantes e suas famílias especialmente nos aspectos socioeconômicos, cuidando do bem-estar dos alunos da rede estadual.
– O impacto da pandemia para toda a rede de ensino do estado foi muito grande, mas afetou principalmente os estudantes. Agora, com a retomada das atividades, é hora de garantir todo o suporte necessário para que eles tenham todas as condições de frequentar as aulas com tranquilidade – frisou o governador Cláudio Castro.
O secretário de Estado de Educação, Alexandre Valle, disse que a medida visa destacar o importante papel que a família tem na formação de cada aluno.
É fundamental que os alunos e suas famílias entendam que a escola é uma continuidade de seus lares – declarou.
Por: Redação
Núcleo de Comunicação de Interior
Compartilhar
Spread the love

Além disso, verifique

Governo do Rio vai ao STF para garantir revisão da dívida com União

Governo do Rio vai ao STF para garantir revisão da dívida com União Por: Agência …