Foto - Divulgação

Vacinação contra gripe atinge 78% do público-alvo

Foto – Divulgação
A meta do governo para a imunização contra a gripe Influenza é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários, que incluem crianças, gestantes, puérperas, idosos, indígenas e trabalhadores da saúde. Até agora, entretanto, a dez dias do fim da campanha, apenas 78% desse público-alvo foi efetivamente vacinado. Entre as crianças, o percentual é de 71%. O público-alvo abrange 79,7 milhões de pessoas, porém toda a população maior de seis meses pode ser vacinada.
As informações foram dadas pela técnica de Influenza do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Thais Miuuzzi, em audiência pública promovida pelas comissões de Educação; e de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, nesta segunda-feira (20). Ela informou que a campanha da Influenza teve início no dia 12 de abril e vai até 30 de setembro, mas a data final pode ser estendida, até acabarem os estoques. O Ministério da Saúde já distribuiu mais de 80 milhões de doses e, até agora, 62 milhões de doses foram aplicadas.
Segundo Thais Miuuzzi, um desafio extra para a vacinação contra Influenza neste ano é o intervalo necessário para a vacinação contra Covid-19, de no mínimo 14 dias. Ela acrescentou que a imunização reforça o sistema imunológico e deve ser estimulada.
“Os benefícios da vacinação contra Influenza incluem a redução de complicações e do risco de hospitalização associada à gripe. Lembrando que essa vacina não previne a Covid-19, mas reduz a carga de doenças da Influenza, de hospitalizações e mortes no sistema de saúde, além de conservar os escassos recursos humanos para o cuidado de pessoas com Covid”, disse.

 

Por: Redação

Fonte: Agência Câmara

Compartilhar
Spread the love

Além disso, verifique

Em 5 anos, 85 mil brasileiros fizeram cirurgia para tratar glaucoma

Doença é maior causa de cegueira irreversível no mundo Agência Brasil/Por: Paula Laboissière   Entre …